Você já conversou com pessoas que dizem que autoconhecimento é uma autoajuda que não serve para nada?

Tenho visto algumas pessoas que tem certa aversão com relação a este tema. Alguns deles no meio corporativo, dizendo que não precisam disso, seja por causa de seus resultados e tempo de experiência dentro das organizações menosprezando o teor do assunto. Já outros ficam constrangidos e desconversam sobre o tema, pois o meio corporativo e a vida pessoal não deve se misturar, e autoconhecimento não serve para nada.

Enfim, pude participar de treinamentos, palestras e leitura de livros onde vários estudiosos são mencionados e alguns deles eram os próprios palestrantes, como por exemplo professores, pesquisadores do assunto: Daniel Goleman, Bill George, George Kohlrieser (da escola de negócios IMD) entre outros e  todos comentam a respeito da importância do autoconhecimento na vida profissional (e pessoal), seja qual for o nível social da pessoa ou papel que este desempenha profissionalmente organização.

Resolvi então escrever brevemente sobre esse tema motivado por uma discussão em um dos grupos de profissionais que sou membro (uma espécie de ‘Masterclass’ de profissioanis), onde foi abordado o tema e eu contribui com uma reflexão como a que segue:

Autoconhecimento para mim é poder ajustar o retrovisor interno. Muitas vezes estou batendo em tudo que está a minha volta porque simplesmente sou incapaz de olhar para dentro de mim e descobrir o que esta acontecendo e por isso, começo a culpar e achar culpados para muitas coisas que acontecem ao meu redor.

Na realidade ao entender e ter autoconhecimento, a primeira grande lição que aprendo é reconhecer que eu sou responsável por aquilo que me acontece, e uma lição subsequente a esta surge, a auto responsabilidade por aquilo que penso e que faço (ou deixo de fazer, que é a mesma coisa).

É como o retrovisor de um carro. Ao entrar no carro para dirigir, preciso conferir e  arrumar os retrovisores, senão eu posso deixar de ver um motociclista, carro ou qualquer outro objeto que deveria estar na área de visão e então provocar um acidente.

Além disso, acredito que sem autoconhecimento, há esforço sem propósito, e isso faz  com que eu gaste uma energia desnecessária na minha vida podendo causar disfunções em outras áreas prejudicando as pessoas ao meu redor e é claro, eu mesmo.

E você, qual sua reflexão quanto ao tema do autoconhecimento? Deixe aqui seus comentários.

Espero que tenha gostado da breve reflexão. Abraços e até o próximo.

Anúncios