Você já ouviu falar na Industria 4.0? Se ainda não ouviu, eu aconselho você ir conhecer.

Dica: Leia o texto do meu amigo Paulo que escreveu excelente artigo sobre o tema.

De maneira muito resumida vou pontuar o que seria a Industria 4.0.

Trata-se da 4ª. Revolução Industrial, uma vez que os modelos das décadas passadas, e século passado já estão se tornando obsoletos devido ao rápido avanço da tecnologia, e esse avanço afetaram diretamente a Manufatura de uma forma que a Industria deixou de ser a vapor (1a. Revolução), Elétrica (2ª. Revolução), Automação (3ª. Revolução) e passa a ser Inteligente ou melhor, AutônomaA 4ª. Revolução.

Com esse ‘upgrade’ já presente em grandes Empresas, porém esse processo não começou com as gigantes. As StartUps tiveram uma vital importância nessa nova revolução com processos ágeis e de grande resultado.

Então, com a chegada já há alguns anos, em grandes empresas, como GE, Renault e outras (não vou colocar aqui todas as empresas que já adotaram tal revolução por questão de espaço) o que essas e outras empresas estão sinalizando para os profissionais?

A Industria 4.0 sinaliza, sem sombra de dúvida a necessidade imediata (e já atrasada, uma vez que na era da velocidade quem sai primeiro já abre larga vantagem) do desenvolvimento em processos intrínsecos do profissionais, mas o que é isso?

Muitas vezes os profissionais questionam seus processos de execução a falta de recursos como: tempo, mão de obra, dinheiro para investimento, ferramenta, equipamentos, entre outros recursos que podem ser chamados de recursos externos, porém a questão agora está relacionada com os recursos internos dos profissionais, e aí que quero chamar a atenção ao que a Industria 4.0 já está fazendo. E você está vendo? Se não está vendo, chegou a hora de enxergar.

Quem acompanha o canal do ‘Administradores ponto com’ sabe que há diversos conteúdos sendo carregados no portfólio do conhecimento deles, e o que mais tem aparecido é a Inteligência Emocional. Não é a toa que este tema tem viralizado nas redes sociais. Porém a inteligencia emocional tem uma companheira aliada, que está se enraizando em todos os níveis, desde gestão, marketing, negócios, educação. E esta companheira é a Neurociência, que tem ganhado um espaço muito grande na rede, nas empresas e em salas de treinamentos.

Grandes nomes dos negócios já sinalizam essa necessidade intrínseca, que hoje a Industria 4.0 – e as futuras revoluções exigirão. Por exemplo, aqui no Brasil, Carlos Wizard e mais recentemente Roberto Justos, com seu programa Executivo de Sucesso já se posicionaram no assunto para treinar profissionais a estarem preparados.

Note que os recursos internos deixaram as cadeiras acadêmicas, livros e passaram a frequentar os espaços vazios da Industria e negócios, antes timidamente administrados pelos profissionais de RH aos seus executivos – aqui entenda-se que o termo timidamente se deve aos recursos financeiros disponíveis para treinamentos desses profissionais e executivos, passando a um número grande de profissionais que perceberam a tendência e desejam estar ‘na onda’ dessa revolução e oportunidades que também surgirão.

Enfim, o que a Industria 4.0 exigirá para o profissional do futuro (ou será, do presente?):

  • Foco
  • Capacidade de desenvolver foco na equipe
  • Empatia
  • Pensamento criativo
  • Gestão do Tempo
  • Vida equilibrada

Provavelmente você deve ter ouvido falar dessas características acima, porém até o momento, pode ser, que passou desapercebido a importância deles do ponto de vista profissional, porém nessa revolução já presente e agora com maior intensidade já está na mira de empresários, executivos e profissionais que sabem que essa Revolução veio para revolucionar a manufatura, o atendimento ao cliente e o profissional do futuro.

E você, está preparado?

Foto abaixo de publicação portal FIESP onde o tema foi abordado e discutido entre Empresários e profissionais. Leitura disponível no link FIESP INDUSTRIA

fiesp industria 4

Obrigado por estar aqui. Deixe seus comentários. Abs.

Anúncios