Coaching é terapia, psicologia? Afinal, entenda o que é coaching e alguns de seus diferenciais!

Com certeza você já deve ter ouvido a respeito de coaching, porém assim como inúmeras pessoas que eu já encontrei, muitas dúvidas surgem a respeito. Gostaria de colocar aqui uma breve explicação com a finalidade de compartilhar algo tão maravilhoso que quando apliquei na minha própria vida me ajudou em muito.

Primeiramente quero dizer que o coaching é um processo, não é magica, e é indicado a todos quantos tiverem interesse de sair de seus problemas pessoais, profissionais ou ir além em qualquer área da vida.

O processo de coaching é desenvolvido por profissional capacitado denominado ‘Coach’ e tem como finalidade ajudar e maximizar todo o potencial de seu cliente onde este é denominado ‘Coachee’.

O que muitas pessoas acreditam é que o Coaching serve apenas para aqueles que enfrentam problema, o que também o é, porém o coaching é um processo para atingir metas e objetivos. Permite identificar situações ocultas, os chamados ‘pontos cegos’ que cada um tem, então, o papel do coach é identificar tais pontos e trazer luz para o conhecimento do coachee, onde algumas vezes o simples fato de fazer isso, permitem grande avanço em direção ao plano de ação e como resultante, uma vida muito melhor que a atual.

Tenho visto que há uma certa confusão no entendimento sobre o que é o coaching. Alguns pensam que se trata de uma sessão ou um processo de psicologia ou terapia, porém não é, o coaching é substancialmente e significantemente muito diferente. Porém trabalha com o desenvolvimento psicológico – na melhoria cognitiva e emocional, e tem efeito terapêutico – já que muitos clientes quando iniciam o processo tem a percepção de estarem evoluindo em direção aos seus objetivos e isso produz um efeito terapêutico. Uma das principais diferenças trata de soluções orientadas e uma visão no resultado desejado, ou seja, um olhar para o futuro, focando em ações presentes que levarão o coachee ao seu estado desejado através de uma jornada prazerosa.

Além disso, o coaching permite desenvolver várias características ao longo do processo, abrangendo todo o ecossistema onde se está inserido, contando com aprendizados, tais como:

  • Criação soluções práticas
  • Desenvolver foco, estabelecer prioridades, gestão do tempo
  • Aumentar de produtividade
  • Identificar oportunidades
  • Potencializar habilidades
  • Construir plano de ação para qualquer necessidade
  • Eliminar hábitos prejudiciais
  • Construir novos hábitos saudáveis
  • Desenvolver auto estima, motivação
  • Superar limites e desafios
  • Construir metas de forma clara para serem atingidas
  • Desenvolver habilidades cognitivas e emocionais
  • Controle emocional
  • Fim dos sintomas que levam ao ‘Burnout’ (tensão emocional, estresse e esgotamento)
  • Superação pessoal
  • Autoconhecimento
  • Proatividade
  • Comunicação empática

Este é um dos motivos que o processo do coaching tem se tornado tão popular e prático em vários segmentos da vida, como no esporte – onde deu seu início através da prática do Tênis, chegando na vida pessoal, profissional e empresarial em todos os níveis.

Nos Estados Unidos, por exemplo, muitas pessoas passam pelo processo de coaching, famosos como a apresentadora Oprah Winfrey, o ator Hugh Jackman (Wolverine), o executivo CEO Eric Schmidt.

No Brasil, o coaching tem se popularizado muito nos últimos 5 anos, com presença no ‘Life’ coaching – coaching da vida e nos últimos anos dentro das empresas, através de processos contratados pelas empresas ou pelos próprios empregados que desejam atingir seus objetivos pessoais e profissionais.

Muitas técnicas desde então foram desenvolvidas através das ciências da Psicologia, Inteligência Emocional e mais recentemente através da Neurociência, onde poucos profissionais tem se profissionalizado através de cursos específicos – muitos procuram aplicar o conhecimento através de leituras bibliográficas, porém sem entender a profundidade do que isso representa no resultado do coachee. Outros, têm se destacado através de cursos específicos dentro da neurociência, para oferecer conteúdo com profundidade aos coachees o que traz resultados mais rápidos e direcionados. Enfim, o coaching tem se tornado a melhor opção para aqueles que buscam atingir seus objetivos com resultados consistentes e sustentáveis.

Quando estou diante de meus clientes, alguns deles me perguntam – e quando não o fazem a pergunta eu comento, se o coaching funciona, e eu digo que funciona 100%, porém é uma relação onde o Coach deve se dedicar 100% durante o processo e o cliente deve se dedicar 100% também durante todo o processo, do contrário os resultados poderão ficar aquém do que poderia ser. É uma relação direta entre o querer e saber o que fazer. É um método, então não há como falhar se seguir o método, uma vez que os resultados são comprovados.

Tenho a alegria de ter visto muitos de meus clientes iniciarem processos de coaching em pleno ‘deserto’ e hoje tenho a alegria de ir tomar café com eles na sua própria empresa e poder ver os seus resultados. Além disso, os ganhos vão além do profissional, atingem o âmbito pessoal e a maneira de se relacionar, já que o processo do coaching é sistêmico e a forma de se comunicar atinge todas as esferas.

Agradeço a cada um que chegou até aqui nessa leitura e espero poder ter contribuído esclarecendo sobre o que é coaching e seus benefícios.

Abraços e espero ver cada leitor, quem sabe, frente a frente, para poder construir o seu caminho para a realização dos seus objetivos.

Felipe Hodar Luengo é coach atuando em coaching carreira, empreendedorismo, negócios, e ‘Life’ tendo certificações diversas inclusive na formação em coaching integral sistêmico (CIS®) reconhecido no Brasil e validação internacional. Também é certificado como iPerson®, um programa de desenvolvimento humano global desenvolvido através de ferramentas de neurociência, conteúdo do currículo dos cursos em nível MBA, Mestrado e Doutorado no Brasil e em Universidade dos EUA como disciplina obrigatória.

 

 

Anúncios