Thoughtful man
Que sensação de desespero nos dá ao perceber que as coisas não estão dando certo. É como se o dia se tornasse mais longo e a cada dia carregamos um peso muito grande nas costas.

As pessoas à nossa volta começam a nos aconselhar e dizer o que devemos e não devemos fazer, e mesmo sabendo que todas elas têm a intenção de ajudar, de certa forma se torna tão complicado que as vezes (ou muitas vezes), ficamos com vontade de pegar o carro e sumir.

Talvez você esteja passando por momento desafiadores e o sentimento que nada está funcionando da maneira como você esperava acontece. O que fazer então?

Quero aqui oferecer 5 dicas que entendo serem importantes para uma auto-gestão de crises. Então vamos lá:

  1. Faça da realidade a sua amiga.

Mesmo em situações adversas, precisamos compreender que momentos bons e ruins acontecem na vida de todos. Porém a boa notícia é que muitas pessoas passaram por problemas semelhantes, maiores ou um pouco menores, e elas não permaneceram nessa situação permanentemente.

Pensar dessa forma irá nos possibilitar de ver a situação de uma forma diferente. Se ver a realidade como algo ruim somente é capaz de produzir sentimentos e ações que vão prejudicar, mudar essa percepção com certeza, por menor que seja, poderá produzir um efeito que antes esteve negligenciada.

  1. Descubra o que está e não está nas tuas mãos

Entender dentro dessa realidade o que está no meu controle e aquilo que não está no meu controle irá produzir uma visão e entendimento onde se deve focar e dispor de energia.

Muitas vezes, pela falta desse conhecimento gastamos todas as energias que temos naquilo que não se pode mudar, e quando isso acontece nos sentimos totalmente cansados emocionalmente e fisicamente.

Por esta razão e entendendo a importância de dispor energia focada naquilo que se está no controle, fazer uma lista daquilo que está e não se está no controle é de suma importância, e com certeza trará seus benefícios. Como fazer, você pode se perguntar? Pegue uma folha de papel, divida a folha simetricamente ao meio, com um risco de caneta ou lápis, e de um lado escreva tudo que está em seu controle e do outro aquilo que não está em seu controle. Você acabou de criar sua lista de ações onde pode focar e desprender energia suficiente para transformar sua realidade.

  1. Mesmo em momentos de crise, coisas boas acontecem

Quando tudo parece estar errado, nossa percepção de oportunidades e coisas boas passam totalmente desapercebidas. Isso não é algo proposital, isso se deve ao efeito do stress que é produzido e por este motivo, nada parece estar acontecendo de bom. A boa notícia é que coisas boas sempre acontecem, e relacionar essas coisas boas tem um poder gigante de potencializar características positivas e nos elevar na percepção de oportunidade, criatividade e muito outras. Como seria você em uma reunião, entrevista, ou qualquer outra situação onde seu stress está elevado e sua percepção de que nada bom acontece, qual seria o seu resultado? Agora pense, se você puder e começar a criar o hábito de refletir diariamente naquilo que lhe aconteceu de bom, positivo e perceber que coisas boas acontecem, sua percepção da realidade lhe proporcionará uma certeza, se coisas boas acontecem em ambientes tão inóspitos, imagine quando a grande chance chegar? Ela será sua, e você estará lá para ver!

Agora imagine você, com esse pensamento, em uma reunião, entrevista, ou qualquer outra situação e você desenvolve essa habilidade, como poderá ser seu resultado? Será melhor que agindo da outra forma? Sim, mesmo que um décimo melhor, porém lembre-se, muitas vezes, um décimo é o que separa o primeiro colocado do segundo colocado.

Que tal iniciar a escrever 3 coisas boas que aconteceram no seu dia diariamente? No final do dia, durante o dia.… aconteceu? Então escreva, e antes de ir dormir reflita e veja, coisas boas acontecem!

  1. Encontrar coisas boas em sí mesmo

Uma das coisas que nesses momentos de crise onde tudo não dá certo, ou parece não estar dando certo é nos sentirmos despreparados, não merecedor de coisas boas, e por fim, há uma perda muito significativa do amor próprio. Porém quero te dar uma boa notícia, existe coisas boas dentro de cada um, e isso é algo maravilhoso. A questão é descobrir novamente aquilo que a situação parece ter enterrado. Então, o que fazer? Simplesmente acreditar e proclamar. Como assim acreditar e proclamar?

Todos nós sabemos o mal que há quando Pais, amigos, familiares se dirigem as crianças dizendo coisas terríveis como: “você é um nada”, “ você não vai ser nada na vida”, “…” porém o oposto é totalmente verdadeiro, e então pode-se encontrar uma nova alternativa: Dizer coisas boas em si mesmo. E como fazer isso: Escrever pelo menos 10 características positivas suas, pessoais e profissionais (a lista pode crescer e deve crescer gradativamente) e depois de escrever, coloque a lista em um local que necessariamente você encontrará e então leve diante do espelho e declare se olhando nos olhos:

“ Eu sou ______ “ e cada característica pronuncie olhando nos olhos e dizendo  “ Eu sou ______”.

Outra coisa importante, comunique de forma completa, ou seja, não somente usando a comunicação verbal, use a comunicação não verbal, use sua fisiologia, sorria, grite, pule, etc….. Encontre coisas boas em si mesmo até mesmo aquelas que você acha que não tem. Não perca a chance de considerar o que você “acha que não tem”, afinal, se palavras ruins ditas podem e tem poder para se materializar na vida das pessoas, então o que impede de usar coisas boas para o próprio benefício.

  1. E por fim, seja grato

Gratidão parece ser algo que somente é feito quando algo acontece (e quando se é grato), porém agradecer por pequenas e grandes coisas traz uma percepção que toda e qualquer realidade é amiga, e isso traz muitos benefícios. Uma pessoa grata é mais feliz. Uma pessoa grata retribui. Uma pessoa grata reconhece o seu próximo. Uma pessoa grata cuida melhor de cada momento da vida. Como é o semblante de uma pessoa grata e uma pessoa egoísta? Uma pessoa liberal e uma pessoa que somente retêm para si? Com certeza você deve conhecer os dois tipos de pessoas. Com quem você gosta de andar? O que as pessoas dizem dessas pessoas? Em uma reunião, entrevista, ou qualquer outro momento, quem as pessoas gostariam de ter ao seu lado, no time, na família, no trabalho?

Como fazer então?  Assim como foi feito a lista das características boas, pessoais e profissionais, fazer uma lista de gratidão e repeti-la trará uma nova perspectiva, e trará o foco para aquilo que é bom (afinal agradecemos mais pelas coisas boas do que pelas ruins), então nossos olhos se voltarão as coisas boas que nos acontecem. Mas como posso ser grato em uma situação dessas? Já pensou em agradecer por estar vivo? Ter saúde? Ter um lar? Poder fazer coisas simples sem precisar de ajuda de outros? Ter ajuda de outros quando até nas pequenas coisas faltam determinadas habilidades? Pois é, a gratidão é muito poderosa, e tem o grande poder de transformar nosso foco no negativo, para o foco no positivo.

Estas são as 5 dicas que ao colocar em prática, com empenho, disciplina, trará momentos totalmente distintos. E quero aqui lhe fazer um convite. Coloque em prática, e depois de 21 dias, me conte como está sendo comentando este novo momento.

Desejo a você todo o sucesso que podes ter, e essa é uma conquista que com certeza, você merece, o seu sucesso.

Grande abraço, seu Coach.

novo cartao de visita slide

Anúncios