Que Silêncio, disse a Noite. Que solidão, indagaram as estrelas. Num suspiro, os animais deitados dormiam até que… se ouve um barulho…. Uma porta que se abre e por ela entra um homem, suado, segurando sua esposa que não estava bem.

Os animais se levantam e se agitam. De repente, a noite se ilumina, como se houvesse uma grande explosão. As estrelas inclinam seus raios na direção onde os animais estavam, os animais que estavam de pé curvam suas patas e cabeças e do silêncio se ouve um choro de criança. O choro ecoa ao longo da noite, um eco eterno que invade todas as casas do planeta, um eco que traz:

  • Esperança
  • Harmonia
  • Amor
  • Salvação

Foi nessa noite que nasceu um menino que logo viraria um homem que se tornaria o salvador do mundo.

O eco do choro dessa criança ainda ecoa no nosso universo, mas só pode ser ouvido pelos corações e hoje está a porta de muitos corações, mas muitos não ouvirão. Muitos corações estarão atordoados por causa dos seus problemas, por causa das bebidas ou do excesso de comida, porque se esqueceram que um dia, houve uma noite, silenciosa, escura, mas dela saiu um choro que se tornou um brado, e um brado de vitória!

Nessa noite o brado é pelo nosso coração dizendo: deixa-me entrar, porque um filhos nos foi dado e de uma manjedoura ele quer ir para o seu coração.

Ass: Jesus Cristo

Anúncios